Clique no banner e entenda nossa proposta (Instituto de Pesquisa e Promoção dos Estados de Cura)
Veja Aqui (Informações sobre Psicoterapia Reencarnacionista e Terapia de Vidas Passadas)
Veja aqui como a hipnose é reconhecida e valorizada em importantes centros médicos
Clique no banner e veja o que é e suas principais indicações de uso!
Clique no banner para saber mais sobre Modulação Hormonal Bioidêntica

AS NOSSAS MANIAS (OBSESSÕES) DE CADA DIA

T.O.C.- Transtorno Obsessivo Compulsivo:

Você costuma conferir muitas vezes se chaveou a porta ? Você tem mania de organizar as coisas por ordem ou tamanho ? Você precisa lavar as mãos várias vezes por desconfiar que estejam contaminadas ? Você de repente se torna repetitivo em perguntas ou em movimentos de alguma parte do corpo?

Estes são alguns exemplos de atitudes repetitivas que caracterizam a pessoa portadora do TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO (TOC). Esse distúrbio comportamental é caracterizado pela invasão de pensamentos ou idéias perturbadoras e inoportunas(obsessivas), geradas no inconsciente e que provocam muita ansiedade na pessoa, o que acaba desencadeando impulsos ou atos repetitivos e incontroláveis(compulsivos).

Na tentativa de livrar-se da ansiedade que acompanha essas obsessões, a pessoa desenvolve ações que vão se instalando como rituais, como manias, criando-se um círculo vicioso. Por exemplo, ao apertar a mão de outra pessoa, o portador do T.O.C. imagina que contraiu germes e começa a se preocupar com isso à ponto de não pensar em outra coisa, sendo compelido à ir lavar as mãos. Gesto que sente compulsão (necessidade premente) de repetir várias vezes mesmo não havendo uma justificativa sensata para isso.

Freqüentemente esse tipo de pessoa começa a evitar contatos sociais, em prejuízo de seus relacionamentos ou interesses profissionais. As vítimas do T.O.C. vivem seu dia-dia com muita preocupação, ansiosas e com muita dificuldade em se descontraírem em qualquer atividade. É um distúrbio que causa acentuado desgaste psíquico, consumindo tempo e interferindo significativamente na produtividade e nos relacionamentos sociais da pessoa.

Na realidade, se nós analisarmos mais detalhadamente pessoas ao nosso redor e até mesmo fizermos uma auto-análise encontraremos muitos traços limítrofes de atitudes obsessivas compulsivas, as nossas manias de cada dia, mas que conseguimos controlar antes que nos causem maiores transtornos. O problema aparece quando essas coisas começam à fugir de nosso controle, sendo que naquelas pessoas mais sensíveis pode ocorrer uma acentuação dos sintomas com o passar do tempo. Inclusive os próprios vícios, como o de fumar apresenta um forte componente compulsivo, os gestos repetitivos, acrescido aí da dependência à nicotina, o que provisoriamente para o fumante alivia a ansiedade, mas cria o círculo vicioso.

Os estudiosos consideram que existe uma certa tendência hereditária no T.O.C. acrescida das programações recebidas nos primeiros anos de vida, onde podemos ser comparados como esponjinhas. Sem ainda termos desenvolvido um sentido crítico e analítico das coisas absorvemos tudo que vemos, ouvimos e sentimos ao nosso redor. Por exemplo, uma mãe perfeccionista, muito exigente e certinha, pode desenvolver uma certa obsessão por limpeza nos seus filhos e posteriormente um mecanismo compulsivo inconsciente. Pais que freqüentemente estejam envolvidos com doença e uso exagerado de medicamentos (hipocondríacos), estão sujeitos à desenvolverem em seus filhos processos semelhantes, etc...

A hipnoterapia médica é a especialidade que trata do T.O.C. utilizando medicação alopática específica, técnicas cognitivas-comportamentais, hipnose clínica e ações estratégicas com o objetivo de reformular o pensar e o agir da pessoa. Depois de um tempo variável, à medida que a pessoa desenvolve novas habilidades para lidar com o problema, a medicação geralmente pode ser retirada.

O grande obstáculo para a cura é a negação do problema pelo portador, na tentativa de esconder os sintomas uma vez que, de uma maneira geral, ainda existem muitos pré-conceitos e constrangimentos quando se trata de buscar ajuda para os distúrbios comportamentais. A pessoa fica "travada" sem se dar conta do grande constrangimento e desgaste emocional que causa nas pessoas que ama ao seu redor, sem falar em todas as limitações em sua vida pessoal e profissional.

Portanto, com a conscientização do problema, com a utilização de todos esses recursos disponíveis atualmente, a solução para o T.O.C. é uma realidade e está disponível para a pessoa que busca uma vida mais equilibrada, próspera e feliz.

TESTE DIAGNÓSTICO:


Responda sim ou não:

  1. Você se lava muito seguido ou se preocupa demais com sujeira ou com a possibilidade de se contaminar?
  2. Você verifica de forma repetida portas, janelas, gás ou torneiras?
  3. Você tem pensamentos, impulsos, imagens mentais ou palavras que considera impróprios, que lhe incomodam, e dos quais gostaria de se livrar, mas não consegue?
  4. Você leva muito tempo para completar suas atividades diárias?
  5. Você se preocupa muito com ordem, simetria, ou alinhamento das coisas ?

     Resposta:

-Se você respondeu sim à alguma das perguntas, é bem provável que você seja portador de T.O.C.


Cortesia: Dr. Gentil Brandão de Souza 
CLÍNICA DE HIPNOTERAPIA MÉDICA